quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Movimentos Tectônicos



Os movimentos tectônicos são também classificados em Orogênicos e Epirogênicos.

OROGÊNESE é o termo usado para a formação de grandes cinturões de montanhas, seja pelo choque entre placas, seja por grandes falhamentos, seja pela acumulação de diversos episódios vulcânicos. Neste último caso, acontece quando repetidas erupções vulcânicas empilham-se, originando elevações na superfície continental ou no fundo do oceano. O exemplo atual mais evidente de orogênese é a Cordilheira do Himalaia.


EPIROGÊNESE é o termo usado para a movimentação vertical de extensas porções continentais, seja de soerguimento ou elevação (epirogênese positiva) seja de rebaixamento (epirogênese negativa). Este deslocamento pode ser originado tanto pelos movimentos tectônicos como pelas variações do nível do mar. Neste caso, para áreas continentais, acontece epirogênese positiva tanto se a placa for soerguida como se o nível da água do oceano diminuir. As alterações do nível do mar aconteceram no passado devido a mudanças climáticas globais que ocorreram repetidas vezes na história da Terra. A deformação causada na porção central da placa da América do Sul pelo seu choque com o fundo do Pacífico, dá origem ao rebaixamento de toda a região do Pantanal, que abrange Brasil e Paraguai.

Nas rochas, estes processos podem causar quebras ou dobras.

TECTÔNICA QUEBRÁVEL – usamos este termo para o que acontece com as rochas da Litosfera quando são submetidas a movimentos e estão “frias” e portanto se quebram, dando origem a
FALHAS, FRATURAS e DIACLASES. Esta última refere às “rachaduras” das rochas originadas durante sua formação.

TECTÔNICA DOBRÁVEL – quando as rochas são submetidas a pressões em regiões profundas, estando aquecidas. Resulta que as rochas são ‘dobradas’, ou seja deformadas, dando origem a rochas metamórficas.
Os processos tectônicos têm como importantes conseqüências os abalos sísmicos, que é assunto de outro texto deste blog.

23 comentários:

  1. nem ti conto qual é o meu comentario

    ResponderExcluir
  2. Nossa, muito ruin isso, nada que eu preciso =/

    ResponderExcluir
  3. isso tudo não passa de uma mentira filhos de
    uma p. M. B.

    ResponderExcluir
  4. me ajudou mtoo! vlw e os anonimos aii nao xinguen nao vioo pq c vcs nao axaram nada veio fze o q aqui?

    ResponderExcluir
  5. É diferente do que os outros sites tratam. Gostei sim, bem legal. Obrigada, pois me ajudou.

    ResponderExcluir
  6. o texto é bom mais nao me ajudou

    ResponderExcluir
  7. eu tbm acheii éh muito boom
    me add no msn ai tavynho_tata@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. legalllllllllllllllllllll
    vagoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

    ResponderExcluir
  9. seus idiotas
    um bando de burrooooos
    não estão satisfeitos , façam voçês mesmos um blog tão interessante.

    ResponderExcluir
  10. Não é mto bem os movimentos tectonicos que aprendi na escola . Estou no sexto ano e os movimentos são outros. nada que eu preciso . =(

    ResponderExcluir
  11. eu e minha amiga nao encontramos nada do que presisavamos mas obrigada pela boa vontade de ajudar e essas pessoas que ficam xingando e que perderam a educacao pois creio que nao teriam capacidade o suficiente para criar um blog educativo como o de voces.parabens!

    ResponderExcluir
  12. mari,dani,gabi e leo7 de junho de 2011 10:52

    gostei muito do blog de voces concordo com o comentario das garotas krys e nyna. tambem estamos fazendo um trabalho em grupo valeu !!! tchau...

    ResponderExcluir
  13. manero esse blog velho valeu ...fui

    ResponderExcluir
  14. peguei algumas informações oque faltou era alguns graficos que explique um pouco com mais clareza mas ta bom também assim vlw pela informação .

    ResponderExcluir
  15. tem que ter mais informações sobre o assunto...

    ResponderExcluir
  16. porra, nao percebi um caralho, mas isto para chat ta manero! cara, isso e muito legauuuu, valeu gentxiiii! fui.. cassandra

    ResponderExcluir
  17. Achei tudo ,mt obg :)

    ResponderExcluir